Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2010

Sentes falta de mim...

 

 

 

Refaz-me viver…

Nesta noite selvagem
do dar e do querer
do partilhar sem pertencer
quero ser uma louca mortal
em te amar
em te pertencer
de todos os males esquecer
aquece minha alma como só tu sabes
dá vida e brilho ao meu corpo de mulher
que vai perdendo o sentido do viver
dá-me uma prova desse teu amor
Deixa-me sentir teu coração
não quero sentir apenas ilusão
quero recomeçar a acreditar
nesse amar
que tanto se fala e não se vive
nesse ninho de emoções
nessa hora de confusão
onde a alma se mistura com a razão
não quero mais viver o dia sem sol
a noite sem estrelas
O melhor de mim foi entregue a ti
devolve-me a felicidade
que tanto quis dar
que perdi no momento não vivido
não partilhado
hoje sinto saudade dessa noite de loucura
acordo tantas vezes sozinha
um calafrio entra em meu corpo
recolhendo-me pela falta desse teu amar
dessa tua presença
acho que te amo demais
enquanto a ti tanto te faz
choro na saudade que me restou
pela falta que sinto de ti
tua voz vem de longe
teu timbre já pouco ouço
vais parecendo uma miragem
que outrora me conquistou
e hoje me abandonou
quero voltar a sentir-me desejada
em teus braços me aconchegar
em teus beijos me perder
e confundir-me nos teus…
 Meus sonhos

 

 

 

Alzira Macedo

 

 

 

sinto-me: com saudades
música: vem pra cá

publicado por Alzira Macedo às 23:06
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

Ousadia em sonho

 

 

 


Ousadia ou não…


Virada para o lado do sonho me perco
quero viajar
e nunca mais regressar
nas tempestades do mar revolto
quero pertencer
nele me deitar
navegar
nas ondas mais turbulentas
te amar
no êxtase,  da maré baixa
descontrair e sorrir
pela ousadia
às estrelas eu quero lá chegar
poder brilhar e dizer…
Sou a felicidade
sem pudor nem vaidade
pertencer eternamente
á noite magica dos enamorados
que se encantam com tal beleza
Ao sol queria eu lá chegar
impossível sem me queimar
é mais forte do que tu do que eu
mas nunca de nós
que aquecemos o universo com nosso amor
pela vida…
Não…
por nós…
por eles…
pelos que não sabem o que é amar
Queria ser muito mais
ser a alegria para te fazer sorrir
ser a esperança
para não te ver partir
ser a verdade
para te realizar
Só sei que quero ser tudo e nada
porque do nada se nasce…
 do tudo
se completa…
sinto poder ser tudo
só preciso de ti a meu lado…

 

 

Alzira Macedo

 

 

sinto-me: ousada
música: Et tu dance avec lui

publicado por Alzira Macedo às 01:12
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quinta-feira, 26 de Novembro de 2009

Eu e a Vida...

 

 



Quando penso sobre a vida…

Que é linda maravilhosa (eu que vos diga)
Já passei pelas ruas da amargura…

Por um sopro, não deixei de viver…
Encontrei-me no túnel entre a morte e a vida sei do que falo…
Um dia talvez com mais tempo com outra forma de escrita será revelada a força interior de um ser humano, que quer viver uma vida que até então era natural…
Porque toda a gente vive porque não eu?

Hoje, vivo essa vida intensamente, porque é bela, descobri os valores dela…
Não é na mesquinhice, nas invejas, nas rivalidades que encontras o verdadeiro sentido da vida…
Mas sim nos teus proprios valores…

Inicialmente porque te foram incutidos ao teu nascer…
Uma aprendizagem, uma educação que achavam ser a melhor…
Depois o teu desenvolvimento intelectual, emocional…
A tua verdadeira identidade que se revela aos poucos…
E porque nossa sociedade é doente de preconceitos, escondeste não te revelas por medo, para não seres julgada (o), mal amada (o), mal compreendida (o)…

Tudo isso são carências que transportas dia após dia…
Entras e sais de vidas como um fantasma que não vive plenamente…
Que não se realiza como ser humano, essas dificuldades transportas contigo…
Por muito que não queiras transportas esses valores que não são teus, e incutes sucessivamente de geração em geração…

Até ao dia em que acordas de um coma e dizes para contigo própria (o)…
È este o meu sentido de vida…
Foi para isto que nasci?

Não…

Eu sou diferente, eu noto em mim algo que brota bem mais profundo…
Então se me foi dado uma segunda oportunidade de vida, porque não a viver como eu pretendo, como eu gosto, como eu quero…
Quem me impede?

As amarras do passado!!!
Ou a nossa sociedade que não está preparada para aceitar cada forma de vivencia, cada pensar diferente, cada sonho, cada ilusão, cada caída e cada levantar….
Não é por ser diferente, ou pensar diferente que serei leviana (o)

Mas sim EU…

Todos nós somos diferente e iguais…
Porque procuramos viver uma vida nossa e sem darmos conta, vivemos a vida dos outros…
Porque motivo?

Por não ter a coragem de assumir a nossa própria identidade!
Hoje sou uma pessoa diferente, vivo uma vida igual a muitas, mas vivo-a ao meu som…
Nas minhas angustias, nas minhas buscas, nos meus desejos, nos meus sonhos, nas minhas conquistas…

Há tanto para viver, não me vou deixar importar numa vida que não é a minha.
Num desejo que não é o meu, num sonho que não idealizei…
Numa conquista que não quero…
Hoje senti necessidade de deixar falar a minha alma…
Expressar minha forma de pensar, de sentir e de escrever…
Não sigo os passos de ninguém, não quero que sigam os meus…
Apenas que guardem o que acham que devem guardar, assim como guardo o que partilham comigo e aprendo com isso…

Com isto quero agradecer a Deus por este meu percurso, por este meu caminhar, por esta minha segunda oportunidade de viver…
Independentemente de religiões e crenças…
Sabem que não sou pessoa de falar sobre Deus até porque cada qual é livre de pensar da forma que quer…
Mas senti essa necessidade de desabafar…

Deus existe na vida de cada um á sua maneira, na sua intimidade…
Ou sente-se ou não se sente…
È de cada um…
Sou o que sou, mas sei que ainda tenho muito para alcançar.
Amo as pessoas, amo a vida com mais ou menos dificuldades porque elas existem em cada ser.

Parei no tempo da reflexão…

E continuo,  na escrita para mostrar o meu amor pela vida…

Ainda hoje me senti livre, me senti bem com o mundo…
encontrei-me num local lindo digno de reflexão…
No alto de uma colina observando o mar…
Eu e a natureza, eu e o mundo.

Eu e o meu mundo.

Esse mar que me transportava a raiva dos incompreendidos, dos sem coerência, dos sem respeito pela vida do próximo…
Foi um momento maravilhoso, onde pôde respirar bem fundo esta minha alegria de viver…
Hoje é mais um dia em que agradeço a minha presença neste mundo…
È lindo é saudável é de se louvar…
cada minuto, cada partilha, cada emoção, cada lágrima, cada alegria…
Ninguém pode impedir a felicidade do outro
Ninguém pode julgar a vida de cada um…
Mas sim todos nós temos o direito de viver á nossa maneira…

O tempo que nos é dado é desconhecido…

Então vivam, amem, sorriem, conquistem.
Amanha não sabemos o que nos espera…
Filosofia ou arte de viver, não sei…
Sei apenas que é assim que eu sinto a vida.

E tu?..

 

 

 

 Alzira Macedo

sinto-me: feliz por viver
música: qui m´enpeche de vivre

publicado por Alzira Macedo às 21:16
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2009

Este blogue é um sonho

 

http://umbreveolhar.blogs.sapo.pt/

 

 

 

O  Amigo Carlos Alberto Borges,
 teve a gentileza de se lembrar de mim, oferecendo-me  o prémio “este blogue é um sonho”.

Obrigado amigo por tanta gentileza e simpatia…
È precisamente este afecto que sinto e gosto no mundo da blogsfera.
Mesmo estando cá poucas vezes, ou não podendo estar sempre em contacto…
Há sempre alguém que se lembra de nós, e por esse alguém vale a pena continuar escrevendo o que nos vai na alma, ou nos retirar quando não nos sentimos bem.
Amigo Obrigado do coração tanta lealdade e amizade….

“Tu és um sonho, e me fazes navegar contigo no sonho belo que é a amizade.”

As regras para este Prémio são as seguintes:
 
1 - Referir o Blog que nos premiou
2 - Publicar a imagem do Prémio
3 - Atribuír o Prémio a 10 Blogges


Cabe-me agora fazer a terceira parte deste desafio…
Vou o fazer com todo carinho e amizade, talvez já o tenham recebido mas quem dá por gosto nunca é demais…
Quando digo e ofereço este premio “este blogue é um sonho”
Consiste na forma de escrita, nos temas abordados e também na amizade e simpatia de quem os escreve…

 
http://touaqui42.blogs.sapo.pt/ "Fernando Ferreira"
http://virginiana.blogs.sapo.pt/ "Teresa Santos"
http://sonhadorsolitario.blogs.sapo.pt/ "Solitario"
http://maripossa.blogs.sapo.pt/ "Maria Elisa Ramos"
http://ilhadepensamentos.blogs.sapo.pt/ "IMMCA
http://prosa-poetica.blogs.sapo.pt/ "Maria Luisa Adães"
http://planeta-sol.blogs.sapo.pt/ " Eduardo G (Fisga)"
http://partilhardiferencas.blogs.sapo.pt/ "Lynce"
http://davidsilva.blogs.sapo.pt/ "David Silva"
http://tibeu.blogs.sapo.pt/ "Tibeu"
http://espelhodesombras.blogs.sapo.pt/ "Jpcfilho"
http://estreladosul.blogs.sapo.pt/ "Mario Rodrigues"
http://osmeuspoemaseoutros.blogs.sapo.pt/ "Chicailheu"
http://vahalla.blogs.sapo.pt/ "Maria"
http://justmoments.blogs.sapo.pt/ "just moment"


Upsssssss já passaram de 10 ??
Não sei contar, e quanto consta em oferecer a quem gosto então para mim não existem números...

 

sinto-me: bem
música: Como é que eu sei "Axel"

publicado por Alzira Macedo às 10:08
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 76 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Sentes falta de mim...

. Ousadia em sonho

. Eu e a Vida...

. Este blogue é um sonho

.tags

. todas as tags

.favoritos

. A perfeição...

. As Contradições do Amor

. Quem serei eu

. Alzira Macedo-dueto-Sonho...

. Teu Nome

. Homem do Mar

. Amanhecer

. Somente Tu

. Um pouco sobre mim ...

SAPO Blogs

.subscrever feeds