Quinta-feira, 3 de Outubro de 2013

Frazes ditas

 

 
" A mulher é o negro do mundo,
a mulher é a escrava dos escravos...
Se ela tenta ser livre, tu dizes...
Que ela não te ama
Se ela pensa,tu dizes...
Que ela quer ser homem "

(John Lennon)



Bendito sejam os olhos, que sabem ver a liberdade, o amor e filosofia de vida, no corpo da mulher...
 
 
 




 

 


publicado por Alzira Macedo às 07:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 7 de Março de 2010

Mulher, Amiga

 

Conheci, Maria Helena em terras gaulesas…

Não pessoalmente, mas através da rádio Alfa.
Altura em que apresentei o meu livro de poesia “Longe da vista, nunca do coração…
Ela muito sorrateirinha, me ouvia e imaginem só desde as 5h da manhã…
Eu nem imaginava que nessa hora alguém se levantava para ouvir minhas poesias…

Falava na rádio, como se fosse entre amigos…
Mas não os vendo…
Não imaginava eu, que durante as madrugadas, camionistas, taxistas, mesmo nas obras a rádio Alfa era ouvida…
Quanto mais ao fim de semana onde todos nós queremos dormir…
Se levantariam para participarem…
Digo participarem, porque os ouvintes ligavam para a rádio dando bom dia,
 desejando felicidades e outras mais mensagens…
Mas continuando com Maria Helena, uma doçura de pessoa que sempre me acarinhou, sempre me incentivou…

Emocionava-se com minhas poesias, nem ela nem eu sabia-mos a idade de cada uma…
Quando decidi regressar a Portugal e deixar a rádio Alfa porque as viagens seriam bem mais dispendiosas e quase impossível lá ir…
Recebi o maior conforto de sempre…
Os telefonemas…
Os ouvintes ligaram para a rádio querendo saber meu numero…
Uma delas a Maria Helena…
Fomos falando e nos conhecendo…
Soube então que podia ser filha de Maria Helena…
Mas isso pouco ou nada me diz, porque amo as pessoas pelo que são e não pela idade…

A simplicidade dela e o carinho e mesmo a amizade dela fez com que ela se torna-se uma pessoa excepcional para mim…
Um dia enviou-me correio com poesias escritas por ela á mão…
Guardei-as como relíquias…
Ela se desculpou, dizendo “Não sei trabalhar com o computador, não tenho estudos…
Lhe disse, não se preocupe com isso, também gosto de receber correios, torna-se mais pessoal, mais acarinhado pela dedicação e tempo que demora a cá chegar…
Pouco tempo atrás,  recebo noticias de que Maria Helena ia deixar a emigração e regressar a sua terra natal… “Algarve Portugal”

Fiquei feliz por ela, porque sei que sempre foi o seu sonho…
Hoje ela cá está,  vive cá, mas também viaja muito até França…
O melhor da historia,  é o orgulho que tenho nesta mulher amiga…
Imaginem aos 60 anos decidiu tirar um curso de computador…
Verdade, hoje envia-me e-mails, fotos, poemas…
È um espectáculo adoro esta garra que ela tem…
E tenho o orgulho de a apresentar aos meus amigos internautas…
Ela vai falar um pouco de si…






FANTAZIAS

A poesia é como um êxtase

Que cura as mágoas da alma

E nos trás em cada frase

Um sobrenatural que nos calma

 

 

 BIOGRAFIA

Maria Helena Ramos

Nasci na freguesia de Estói concelho de Faro a 12 de Junho de 1949:
 frequentei a
escola primária, até à quarta classe sem ter a possibilidade de meios financeiros de conseguir ir mais alem.
Assim
disse adeus ao meu sonho de infância. Encontrando o grande amor da minha vida aos dezoito anos, para um ano depois ter dado o sim em frente ao altar, para ser mãe por a primeira vez na primavera dos meus vinte anos.
 E como tantos na epopeia do fim de os anos 60, emigrei para França na qual vivi e trabalhei durante quarenta anos sem nunca esquecer a minha terra natal.
 A
pós ter regressado, actualmente já reformada tendo colaborado na Rádio Alfa dos Portugueses de a região de Paris na emissão Raiz Lusitana e ainda actualmente na Alameda dos Poetas”, assim como numa rádio local a Rádio Restauração”.
 A
gradeço em primeiro lugar a meus saudosos pais, na qual eu herdei esta linha poética, a meu marido por esta liberdade de me exprimir assim!..
A meus filhos, por terem alcançado mais que outrora sonhei para mim e a todos meus amigos por aceitarem a minha maneira de ser.
Um
abraço enorme com imensa amizade·

     

Crónica De Sentimentos Diversos

 

Quando minha inspiração dá asa ao pensamento

Ò que a minha voz entoa e parte ao vento

Quando o meu eco como outrora ainda soa

E na minha interrogação procuro compreender pessoa

Sem deixar de admirar os sonetos líricos de Camões

Eu hoje voltei as minhas antigas tradições

Aqui onde posso ver o por de o sol ao horizonte

E aquele caminho, encerrado onde outrora fui á fonte

No tempo em que não conhecia textos de Garret nas folhas caídas

Nem sequer as antologias medievais poéticas de outras vidas

Hoje parei olhando ao meu passado e vejo

Que a vida deu-me talvez tempo de sobejo

Neste caminho que por ela eu atravesso

Agora no presente onde só o passado eu conheço

Outrora foi meu sonho tornado em realidade

Talvez que na minha alma haja a saudade

Aqui sobe as pedras que marcaram minha infância

Olho ao penedo de os meus tempos de criança

Hoje neste viver quase campesino e tão real

Assim eu quis é meu pais é Portugal

 

M. HELENA  RAMOS     

 

sinto-me:
música: Amigo

publicado por Alzira Macedo às 22:41
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sexta-feira, 7 de Março de 2008

O que somos nós mulheres...

----------------------------------------------------

MULHER

Mulher és um ser fatal.

Com teu gesto tão sensual!!!

Teu sorriso tão iluminante,

Te desejo para minha amante.

És o meu sol brilhante!!!

Que iluminas todo o meu ser,

Aqueces-me a alma e me dás tanto prazer!!!

As tuas formas me fazem enlouquecer!!!

De ti nunca poderia esquecer.

Tua doçura é permanente!!!

És como a luar das minhas noites tristes,

E do meu pensar não desistes.

Quero-te como minha estrela preferida.

É o meu desejo, poder te apreciar despida.

Quando te olho, e te vejo sorridente,

Minha vida se torna mais ardente!!!

E me sinto carente.

 

                                               Retirado do livro.
                                             (Longe da vista, nunca do coração)

 Alzira Macedo            


publicado por Alzira Macedo às 14:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Engraçado com algumas verdades pelo meio...

 

 

Estamos a chegar a uma data importante, que é o dia 08 de Março

"Dia internacional da Mulher"

È natural que os postes falem muito sobre as mulheres, postei no meu outro blog
www.alzira-poesia.blogs.sapo.pt
um artigo sobre esse dia e o porquê desse dia....
Como nao me quero repetir o que nao seria justo para com os leitores, encontrei algo de muito engraçado mas de uma certa forma real....

Na nossa sociedade ainda há muita diferença entre os sexos, nao estou a falar sobre sexos diferentes porque esses tem de existir,
Mas sim da forma como sao tratados julgados etc...
O homem tem o dom da superioridade de commando da força e a ele tudo é permitido (Dizem eles.)

(Aqui peço desculpa aos homens, Nao sou feminista, mas devem concordar que na nossa sociedade ainda acontece isso com muita frequencia.)

Entao encontrei um texto que nos descreve o contrario de Hoje....
Leiam com atenção e irao perceber.....

                                    

Quando as mulheres dominarem o mundo

(Luiz Fernando Veríssimo)

Conversa entre pai e filho, por volta do ano de 2031, sobre como as mulheres dominaram o mundo.


- Foi assim que tudo aconteceu, meu filho...
Elas, planejaram o negócio discretamente, para que não notássemos. Primeiro elas pediram igualdade entre os sexos. Os homens, bobos, nem deram muita bola para isso na ocasião.
Parecia brincadeira. Pouco a pouco, elas conquistaram cargos estratégicos: Directoras de Orçamento, empresárias, Chefes de Gabinete, Gerentes disso ou daquilo.
- E aí, papai?
- Ah, os homens foram muito ingénuos. Enquanto elas conversavam ao telefone durante horas a fio, eles pensavam que o assunto fosse telenovela ... Triste engano.
De fato, era a rebelião se expandindo nos inocentes intervalos comerciais. Oi querida! Por exemplo, era a senha que identificava as líderes. Celulites eram as células que formavam a organização. Quando queriam se referir aos maridos, diziam O regime.
- E vocês? Não perceberam nada?
- Ficávamos jogando futebol no clube, despreocupados.
E o que é pior: continuávamos a ajudá-las quando pediam. Carregar malas no aeroporto, consertar torneira, abrir potes de azeitona, ceder a vez nos naufrágios.
Essas coisas de homem.
- Aí, veio o golpe mundial!?
- Sim o golpe. O estopim foi o episódio Hillary-Mônica. Uma farsa.

Tudo armado para desmoralizar o homem mais poderoso do mundo. Pegaram-no pelo ponto fraco, coitado. Já lhe contei? A esposa e a amante, que na TV posavam de rivais eram, no fundo, cúmplices de uma trama diabólica.
Pobre Presidente...
- Como era mesmo o nome dele?
- William, acho. Tinha um apelido, mas esqueci...
Desculpe, filho, já faz tanto tempo...
- Tudo bem, papai. Não tem importância.

Continue...
- Naquela manha a Casa Branca apareceu pintada de cor-de-rosa. Era o sinal que as mulheres do mundo inteiro aguardavam.
A rebelião tinha sido vitoriosa! Então elas assumiram o poder em todo o planeta. Aquela torre do relógio em Londres chamava-se Big-Ben, e não Big-Betty, como agora...
Só os homens disputavam a Copa do Mundo, sabia? Dia de desfile de moda não era feriado. Essa Secretária Geral da ONU era uma simples cantora.
Depois trocou o nome, de Madonna para Mandona.
- Pai, conta mais...
- Bem filho... O resto você já sabe. Instituíram o Robô Troca-Pneu como equipamento obrigatório de todos os carros... A Lei do Já-Pra-Casa, proibindo os homens de tomar cerveja depois do trabalho...
E, é claro, a famigerada semana da TPM, uma vez por mês...
- TPM ???
- Sim, TPM... A Temporada Provável de Mísseis... É quando elas ficam irritadíssimas e o mundo corre perigo de confronto nuclear....
- Sinto um frio na barriga só de pensar, pai...

- Sssshhh! Escutei barulho de carro chegando. Disfarça e continua

 picando essas batatas..

                                     

                                    No seculo XXl ainda existe esta triste realidade

 

 

Perceberam agora?
Hoje a mulher é dominada pelos Homens, em 2031 nao existirá mais maxismo ahahaha

                                       
Mulheres ao poder.....

 


publicado por Alzira Macedo às 10:25
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 76 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Frazes ditas

. Mulher, Amiga

. O que somos nós mulheres....

. Engraçado com algumas ver...

.tags

. todas as tags

.favoritos

. A perfeição...

. As Contradições do Amor

. Quem serei eu

. Alzira Macedo-dueto-Sonho...

. Teu Nome

. Homem do Mar

. Amanhecer

. Somente Tu

. Um pouco sobre mim ...

SAPO Blogs

.subscrever feeds