Sábado, 16 de Janeiro de 2010

Palavra...

 

 

 

Palavras tornaram-se silencio

Quantas delas são ditas ao vento
recolhidas no relento
de uma ilusão
quantas palavras são prenunciadas para nada dizer
são ditas embrulhadas de belos sorrisos
deixando um sabor amargo
pelo destroçamento do acontecimento
quantas palavras me disseste e eu acreditei…
Hoje já não sei
essas palavras que não preenchem o vazio
 que se transformou dentro de mim
Não vou mais ouvir
palavras sem nexo,
sem coerência
embrulhas minha existência
com dúvidas
e mais duvidas…
palavras para quê
se na explicação,
 misturas palavra por palavra
sem verdadeira razão
um pedaço de mim se esvoaçou
quando nas tuas palavras desacreditou
o mundo desabou
pelo que quis ouvir
agora me resta apenas, palavras soltas
sem sentido
sem futuro
sem verdade

 

 

 

Alzira Macedo

 

 

 

sinto-me: Sem palavras
música: A Musica

publicado por Alzira Macedo às 23:23
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 74 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Palavra...

.tags

. todas as tags

.favoritos

. A perfeição...

. As Contradições do Amor

. Quem serei eu

. Alzira Macedo-dueto-Sonho...

. Teu Nome

. Homem do Mar

. Amanhecer

. Somente Tu

. Um pouco sobre mim ...

SAPO Blogs

.subscrever feeds