Terça-feira, 16 de Julho de 2013

Perdida no tempo




Escalo a montanha

Entrei na vida sem querer
sem pedir
sem modo de aprendizagem
fui crescendo que nem a papoila
num campo de verão
ao calor
ao vento
á chuva
ao relento
desemparada
 por ti, por eles
apenas eu e o meu ser
vagueando fui semeando
desorientada
Extraviei-me certas vezes de direcção
pela falta de conhecimento
perdi-me na rota do tempo
voltei atras
recomecei tanta vez
que nem sei onde me perdi
onde me encontro
olho em frente a montanha da vida é rude para escalar
vontade de ficar
á sombra das recordações
do tempo que foi e não volta, mesmo que implore
subo e subo com dificuldade
olhei para trás
caí no abismo sem me aperceber
a escuridão total
é o que vejo
o que sinto
e onde me encontro…



(Autoria de Alzira Macedo)

publicado por Alzira Macedo às 15:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 13 de Setembro de 2010

Lavei a alma de palavras

 

 

 
 
As amarras de uma paixao
 
 
Naveguei em teu corpo
como o barco navega no mar
teus braços senti como remos
dirigindo-me para o leito do amor
onde me desnudei
e a ti me entreguei
na noite calma ali...
tu e eu
sem pressa,
sem vontade de regressar à  realidade
beijos soaves foram trocados
chamando o desejo
as estrelas testemunharam nossas juras
a lua minhas lagrimas de felicidade
foste minha fonte de inspiraçào
meu amor tornou-se poesia
encantando-me à luz do dia
o vento virou
e de mim te levou
deixando-me um vazio
afoguei na fonte das incertezas
lavando lagrimas de tristeza
apenas restou a recordaçào
de uma paixao
que aprisionou,  unicamente meu coraçào



Alzira Macedo   
sinto-me: Enganada pelo vento

publicado por Alzira Macedo às 12:34
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Sábado, 11 de Setembro de 2010

Flutuando no pensamento

 

Pedaços da minha alma, correm como um rio indo desaguar no mar...

 

 

 

"De tudo, ao meu amor serei atento;
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto; Que mesmo em face do maior encanto; Dele se encante mais meu pensamento".


(Vinícius de Moraes).

sinto-me: flutuando

publicado por Alzira Macedo às 15:44
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Penso e tu?

 

 

 

 

Forma de sentir


Minha alma estranha,
quando não sente!
o optimismo natural.
Do acontecimento,
quando palavras mansas
me fazem desesperar.
Paro
 Penso
Medito
aprendi a ouvir o íntimo,
que reclama…
Que grita…
Por falta de amor,
de compreensão…
Olhando a enormidade do egoísmo
existente,
do pobre
e do feliz descontente.
Aparências,
somente aparências
parei novamente!
porque nada mais me ocorre?
O tempo nos ultrapassa,
deixando para trás
momentos vividos partilhados
o que vem a seguir?
Não sei…
saberás tu?
hummm…
Deixa-me pensar novamente
vem mais um caminhar
sem rumo
sem sonhos
um caminhar por caminhar
assim é premeditado
pelos não viventes
pelos não sonhadores
encosto-me no tronco da vida
vejo-te passar
sombrio
sem horizontes
acendo um cigarro
a luz da chama
te alerta
suspiras
e passas em frente
olho o céu
e reclamo
porquê?
as estrelas encandeadas
baralham-se em incertezas
a lua madrasta, responde
dissabor…
não encontraram o caminho
do sorriso
da felicidade
do caminhar com suavidade
apenas conhecem dor
nesta maratona que se chama vida
apago o cigarro
desencosto-me
e vou sorridente
ao encontro dessa vida
que encontrei em mim
que vejo em ti
sou sonhadora?
Irreal?
Não…
apenas
feliz por existir

 

Alzira Macedo

 

 

 

sinto-me: amando a vida
música: quem de nós dois...

publicado por Alzira Macedo às 22:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

vou caminhar...

DESLIGUEM A PLAYLISTE ABAIXO DO BLOG

 

 Sou o que quero ser, porque possuo apenas uma vida e nela só tenho uma chance de fazer o que quero.
Tenho felicidade o bastante para fazê-la doce dificuldades para fazê-la forte,
Tristeza para fazê-la humana e esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes,  não tem as melhores coisas,
elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos."
(....Clarice Lispector....)

 

 

 

Amigos, obrigado do coração por toda esta caminhada a meu lado…
Pela força que me dão, mesmo sendo unicamente por correios…
Conseguem transmitir a paz que eu tanto necessito, a coragem e a amizade…
Estou a aproveitar o que têem partilhado comigo para conseguir forças e ultrapassar as minhas barreiras os meus obstáculos e voltar a sorrir pra vida….

Estava a deixar-me entrar no abismo da tristeza, mas essa não sou eu, e não quero ser…

Olhem fui ontem para o ginásio, fiz de tudo quanto podia como se não ouvesse amanha…
Queria tirar todas as más energias de dentro de mim, não queria queimar calorias, mas sim queimar dores, tristezas enfim toda essas coisas tristes que me tem colado á pele e á alma ultimamente... Demais até…

O meu professor de ginásio disse-me, vá com mais calma, e um sorriso estranho no canto da boca…

Será que ele entendeu algo???

Quando terminei e vinha embora ele chegou-se a meu lado e disse-me…
 
(Tome hoje algo para relaxamento dos músculos amanha vai ter um dia valente pela frente, mas não deixe de treinar… Senão todas essas dores serão em vão, porque terá de recomeçar tudo de novo e nunca obterá a firmeza que precisa…)

Eu sorri e disse... ok... Mas tá tudo bem…(Armei-me em valente)
Vim embora e pensei, até os músculos sentem como a dor da alma…

Olha que novidade!!! Eureka descobri ahahahaha

Agora meus amigos estou a escrever este poste e não me aguento com dores musculares…

O Prof notou sim que eu exagerei e me alertou…
E agora vou passar o dia todo nos ais..  ai... e ai… o pior vai ser logo á noite que tenho de trabalhar nem quero pensar, vou gemer mais do que os nossos utentes ahahaha

Aprende Zira que na vida tudo tem o seu tempo, o seu espaço, a sua força, a sua dimenção e o seu fim…

Alzira Macedo
Hoje estou chorona...

Rui faz te lembrar alguma coisa?
pois lá serei a mulher chorona mais uma vez ahahaha
Amigos fico muito feliz por vos ter por perto e poder mesmo nos meus blogs falar com voçes....
Amo-vos

 

 

 

 

sinto-me: com dores

publicado por Alzira Macedo às 09:57
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

Doces recordações pela manha...

 

Ontem...Hoje...E o amanha...

 

Em nossas vidas nada, é coincidência…
tudo é premeditado, ou providenciado
pelo tempo ou pelas pessoas
pelos sonhos, pelas ilusões,
pelos acontecimentos
Ou mesmo pelas recordações

O tempo encarrega-se de apagar
um rosto, um corpo
Mas nunca a lembrança
de quem soube fazer
 de um pequeno momento
uma grande recordação

Um dia…
 em algum lugar
nos iremos reencontrar
perdoa-me se uma lágrima
teimar em sair
será a explosão
da saudade contida
do desejo sentido
e da alegria em te ver
recordando momentos de prazer

Vivo no ontem
no momento de felicidade
á espera do amanha
porque hoje…
 vivo na recordação
Ao acordar pela manha
 abri a janela do meu quarto
tudo vive calmo e sereno lá fora
uma brisa suave que faz baloiçar
 as arvores as flores
faz amor
com as pedras da rua
com a natureza…
baloiça meus cabelos e sussurra-me
Ao ouvido
belas palavras do vivido
do acontecimento
me dizendo baixinho
não deixes ficar no esquecimento


Busco a felicidade, no mais profundo da minha alma
encontro…
Serenidade, paz e harmonia
prometendo-me sorrir prá vida...

 

 

Alzira Macedo

 

sinto-me: mo meu "Momento poetico"
música: Eu esqueci de lembrar de mim...

publicado por Alzira Macedo às 09:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

SUCUMBI Á NOSTALGIA



Escritos

 

Meus escritos, minha paixão,
em ti deposito tudo quanto trago no coração
Hoje sucumbo á nostalgia
momentos tristes e alma vazia
é assim que me sinto todo dia
Necessito desabafar
sei que não vão gostar
Mas quem sou eu, para simplesmente sorrir
se a vida teima em não florir
È passageiro me vão dizer
eu, conserteza irei opinar
quando esta dor passar
agora e no momento não consigo concordar
trago o peso da dor que quer desabrochar
deixem minha dor se soltar
sem sequer tentar me confortar
nada, nem ninguém consegue entender
o que não sabemos esclarecer
fantasia ou real?
Sei apenas que me sinto mal
gostam do meu sorriso da minha forma de ser
Mas não tentam sequer me compreender
Também me esforço em vos dizer
que amanha é um novo amanhecer
vou esperar por ele, para melhor me entender
Haverá salvação!!!
Para este meu pobre coração
que sofre, e sempre a dizer que não
Felizmente sou humana
sinto na pele toda a dor quotidiana
Estas são palavras de uma mulher que tudo sente e tudo ama

Alzira Macedo
07/05/08


 

 

 


"Como a poesia, a música retrata os estados da alma e as ondulações do coração, e concretiza os pensamentos invisíveis, e descreve o que há de mais belo nos desejos e sensações do corpo.

"Khalil Gibran)

sinto-me: prefiro nem comentar
música: Porque te vas - Jeanette

publicado por Alzira Macedo às 21:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008

A revolução da Alma


Pois é...
No incio pensei que ia ser facil descrever-me pouco a pouco...
Mas tornou-se bem mais complicado...
Ocorreu-me agora mesmo uma ideia, vou tratar de a por em Pratica ...
Brevemente terao aqui novidades
Enquanto deixarei aqui mensagens para alma e o coração
E sabem porquê?
Porque sao as partes do nosso corpo, que doiem mais e demoram muito tempo a curaram-se...

 

     

 

 Auto-estima e Motivação - A revolução da alma

 

Aristóteles, filósofo grego, escreveu este texto " Revolução da Alma" no ano 360 A.C. mais ou menos, e é eterno.

 

Ninguém é dono da sua felicidade, por isso não entregue sua alegria, sua paz sua vida nas mãos de ninguém, absolutamente ninguém. Somos livres, não pertencemos a ninguém e não podemos querer ser donos dos desejos, da vontade ou dos sonhos de quem quer que seja.

sinto-me: Revolucionaria ahahahah

publicado por Alzira Macedo às 11:37
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 76 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Perdida no tempo

. Lavei a alma de palavras

. Flutuando no pensamento

. Penso e tu?

. vou caminhar...

. Doces recordações pela ma...

. SUCUMBI Á NOSTALGIA

. A revolução da Alma

.tags

. todas as tags

.favoritos

. A perfeição...

. As Contradições do Amor

. Quem serei eu

. Alzira Macedo-dueto-Sonho...

. Teu Nome

. Homem do Mar

. Amanhecer

. Somente Tu

. Um pouco sobre mim ...

SAPO Blogs

.subscrever feeds