Sexta-feira, 2 de Abril de 2010

PASCOA...

 

 

 

Pascoa bate á porta…

Mais uma vez sinto a meu redor a correria de sempre…
Limpezas sem fim…
encantar  ou limpar o que durante o ano se escondeu…
O que até agora ninguém se importou…
Mesmo estando o tempo de chuva, lava-se, tenta-se secar
os melhores edredões…
As paredes por caiar.
As mais belas flores, velas para iluminar esse dia…
Quanto trabalho sai do corpo…
Há…

Esqueci-me de mencionar os vidros por limpar.
E ainda a roupa por estrear…

Há e os chocolates,  as prendas que ainda se tem de comprar…

COMPRAR, COMPRAR, COMPRAR…

Em poucas palavras, tanto para se fazer…
O que durante um ano tudo esqueceu, ou ficou por entender…
desculpem minha forma de ser, mas sou assim directa e sincera…
Sou católica á minha maneira…
sou activa sempre que posso na igreja…
Muito mais na nossa vida activa e participativa no bem estar do ser humano…
Agora me pergunto?…

Será tudo isto necessário para ter uma santa Pascoa?

Onde a morte do redentor,  causa tanto transtorno apenas por um dia…
A cruz...
Vem por segundos, ser beijada num lar de família…
Onde todos se juntam para o efeito…
Almoçam juntos, depois o que resta?

Tudo igual a sempre…

O que muda na vida das pessoas?
Nada…

Apenas a trabalheira, o desgaste físico e comezaina como sempre em cada ajuntamento…

Temos de mudar nossa forma de ser…
Ou de pensar…
Mesmo a de sentir…

Pascoa é a inovação…

Porque não inovar, nossos actos, nossas ideias, nossas formas de ser, de pensar e de sentir…
Fazer deste dia o inicio de tudo…

Do amor, da coerência, da ajuda mutua, do partilhar…
Do sentir profundamente quem somos e o que queremos ser…
Do dar sem esperar nada em troca…

È assim tão difícil?

Não acho, não sinto e não penso…
E tu...  Qual é a tua opinião?

Vá lá sejas sincero…

Por vezes sinto-me constrangida com tanta hipocrisia, com tanta falta de amor e de sentimentos…

Olham a tudo,  para fazer bonito aos olhos….

E esquecem-se do mais importante…
Dos olhos da alma e do coração…

Que esta Pascoa seja diferente, no coração da cada um…
E de todos nós…

Resta-me desejar, uma santa e feliz Pascoa em vossos corações…
ALZIRA MACEDO
tags:

publicado por Alzira Macedo às 23:24
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Rosinda a 3 de Abril de 2010 às 15:00
Há algum tempo que as festas deixaram de fazer sentido para mim nesse contexto. Só respeito as datas ... as festas temos de as fazer a cada hora ou minuto de felicidade conseguida... e não tenho tido muitos.
Um beijinho e tudo de bom... agora e sempre.


De Alzira Macedo a 5 de Abril de 2010 às 22:55
Minha amiga Onix...

Verdade que o tempo nos encerrra...
Na nossa forma de amar sem medidas...
do amr sem ser correspondida...
e o tempo passa por nós com uma avidez retemtina...
O gosto, o desejo se dissipa, porque damos asas ao vento, á saudade...
Hesiste sempre um tempo de compença o nosso chegou...
dissipar todas as duvidas, todos os males entendidos, todas as culpas...
Deixar tudo isso para o passado...
Amar e viver o presente pelo o que somos e nao pelo o que dizem sermos....
Bora lá amiga chega de tristezas de nostalgias e de saudades....
Amar cada dia que vem, aproveitar cada oportunidade...
Não vamos desperdiçar a vida pelos mal amados e pelos que nos incutem o mau viver...
Somos adultas e responsaveis dos nossos actos...
Vive, alegra-te, aproveita cada vivencia e cada oportunidade..
Ninguem é dono de nós a nao ser nós proprias...
Um beijo de carinho de amizade e de conforto....
Vamos iniciar nova vida.. amar sem medidas e sem espetranças...
viver sempre cada dia em harmonia com nós proprias...
beijos doces em teu coração cheio de vitalidade de reconquistar o mundo...


De Maria Helena a 3 de Abril de 2010 às 18:33
A verdadeira Páscoa é:
"Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; morto, sim, na carne, mas vivificado no espírito." (1 Pedro 3.18)

No momento em que Jesus morreu e exalou Sua vida, Ele nos conduziu de volta para Deus.

Esse é o grandioso significado de Mateus 27.50-51: "E Jesus, clamando outra vez com grande voz, entregou o espírito. Eis que o véu do santuário se rasgou em duas partes, de alto a baixo..."

Isto quer dizer que, no mesmo momento em que Jesus morreu, o próprio Deus abriu-nos a Sua morada, o Santo dos Santos, que até então estava fechada para nós por causa do pecado. Essa abertura foi conseguida pela morte de Jesus Cristo. Seu último grito e o rasgar do véu diante do Santo dos Santos aconteceram ao mesmo tempo, de modo que o autor da carta aos Hebreus jubila:

"Tendo, pois, irmãos, intrepidez para entrar no Santo dos Santos, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo grande sacerdote sobre a casa de Deus, aproximemo-nos, com sincero coração..."

Isso vale para nós que cremos no Senhor. Pela morte de Jesus, abriu-se o véu da separação, e agora podemos entrar no Santo dos Santos e ter contacto directo com Deus através de Seu Filho.

Desejo-lhe uma Páscoa onde de facto Jesus Cristo seja o mais importante! Onde o Amor se sobreponha a tudo! Enfim... uma Páscoa como deve ser!
Beijinhos!


De Alzira Macedo a 5 de Abril de 2010 às 23:04
Maria Helena..
Minha amiga mais uma vez estás presente e bem presente..
nunca serei capaz de ditar tao belas palavras de fé...
Até porque nao sou como tu crente dessa forma...
Sou apena seu na minha forma de amar de ser e sentir..
Não tenho nem capacidade, nem entendimento igual ao teu para descrever uma lição de fé como a tua...
Agradeço a tua participação a tua lição de vida...
Desejo sinceramente que continues com tua vocação e fé...
Que incentives todos os mal amados e esperençados a conquistar uma fé que se perde com o tempo com as modernices... Mas que se nota em comentarios como os teus...
Que ao ler nos sintamos pequenos, mas muito pequenos mesmo...
Obrigada amiga pela tua forma de ser... pela tua fé e pela tua lunta contra todos e tudo...
ès exemplar na forma como acreditas e ditas sem medo o que sentes e confias..
Um bem haja pela tua coragem e pela tua amizade..
beijos com ternura


De Maria Helena a 6 de Abril de 2010 às 16:04
Olá Azira!
A minha intenção não é que ao ler o que escrevo alguém se sinta pequeno, mas sim que todos se sintam amados pelo Deus maravilhoso que nos criou e a Si mesmo se entregou por esse amor!
A graça de Deus é uma dádiva e só exige de nós que acreditemos no Seu amado Filho e o recebamos como único e suficiente Senhor e Salvador!
Parece simples...
Mas o ser humano acha-se capaz de conseguir por esforço aquilo que Deus decidiu oferecer por Graça...
E o amor pelo próximo continua a extinguir-se!
Com amor em Jesus Cristo


De josé marques a 4 de Abril de 2010 às 19:55
O teu pensamento vem de encontro ao meu!... a Pascoa é muito mais que limpezas...é tempo de fazer uma reflexão profunda das nossas atitudes e comportamentos!...é outro tipo de limpezas...a dos corações empedernidos que vivem cheios de ódio e sede de vingança... como era bom que lá só mora-se o Amor.


De Alzira Macedo a 5 de Abril de 2010 às 23:29
Olá José Marques…

Gostei da tua passagem pelos meus blogues…
Até porque és pessoa que passa sem dizer passei e tu não…
Tentei varias vezes entrar no teu lindíssimo blogue…
Aliás nosso lindíssimo blogue, porque fala da mesma terra “a nossa” Laúndos.
Embora sejas tu quem tem o trabalho, em escrever, em publicar, em partilhar o nosso orgulho… Que é Nosso berço Laundos…
Hoje consegui lá entrar e comentar…
Irei o publicar nos meus blogs pois tem todo o mérito…
Agora respondendo ao teu simpático comentário sobre as limpezas da pascoa…
Como bem me conheces e sabes que nunca escrevo o que me ditam, mas sim o que sinto…
Podemos pensar igual e ainda bem que isso acontece…
Por vezes, expomo-nos no que escrevemos.
Mas eu assumo sempre o que digo…
Pascoa é uma das festas que mais gosto… Não pelo que fazem dela…
Detesto as limpezas gerais somente porque o compasso passa por casa….
Mas acho sinceramente que Pascoa é sinal de pureza, de repensar em nós, no que fazemos, no que queremos e no que somos…
Pascoa é iniciação…
Iniciar nova vida, nova esperança, nova expectativa….
Compreender ou tentar entender o bem e o mal que em nós existe….
Deixar de mediocrizes e inovar nova etapa da vida…
Concordo contigo, quando dizes que devemos fazer outras limpezas…
Essa … Da alma e do coração, a mais perdida no tempo, mas a essencial na vida…
Obrigado pelo teu comentário e pela tua presença amigo, que sempre me acompanhas-te e incentivaste a ir em frente…
Por vezes perco-me no caminho, mas tenho a feliz sorte de ter amigos como tu, que me apoiam no momento certo…
Quanto mais duvido de mim, mais apoio tenho…
Volta sempre, serás sempre bem vindo…
Farei o mesmo no teu blog já que sei como lá entrar…
Beijos de amizade e gratidao


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 76 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Recuso-me aceitar

. Mais um amanhecer

. Que dia é hoje???

. Aprenda a falar Alentejan...

. Sonho ou Realidade...

. Um esboço

. Imaginação poderosa.

. Frazes ditas

. Passei somente para dizer

. Poisando nas palavras...

. Mais uma etapa da vida

. Perdida no tempo

. As fazes da lua,,,

. Se não sabe fica a saber....

. Amor é tudo isto e muito ...

. EM ALGUM LUGAR DO PASSADO...

. Aqui estou

. Longe de ti minha alma gr...

. Bom 2012

. Senti vossa falta

.tags

. todas as tags

.favoritos

. A perfeição...

. As Contradições do Amor

. Quem serei eu

. Alzira Macedo-dueto-Sonho...

. Teu Nome

. Homem do Mar

. Amanhecer

. Somente Tu

. Um pouco sobre mim ...

SAPO Blogs

.subscrever feeds