Domingo, 7 de Março de 2010

Mulher, Amiga

 

Conheci, Maria Helena em terras gaulesas…

Não pessoalmente, mas através da rádio Alfa.
Altura em que apresentei o meu livro de poesia “Longe da vista, nunca do coração…
Ela muito sorrateirinha, me ouvia e imaginem só desde as 5h da manhã…
Eu nem imaginava que nessa hora alguém se levantava para ouvir minhas poesias…

Falava na rádio, como se fosse entre amigos…
Mas não os vendo…
Não imaginava eu, que durante as madrugadas, camionistas, taxistas, mesmo nas obras a rádio Alfa era ouvida…
Quanto mais ao fim de semana onde todos nós queremos dormir…
Se levantariam para participarem…
Digo participarem, porque os ouvintes ligavam para a rádio dando bom dia,
 desejando felicidades e outras mais mensagens…
Mas continuando com Maria Helena, uma doçura de pessoa que sempre me acarinhou, sempre me incentivou…

Emocionava-se com minhas poesias, nem ela nem eu sabia-mos a idade de cada uma…
Quando decidi regressar a Portugal e deixar a rádio Alfa porque as viagens seriam bem mais dispendiosas e quase impossível lá ir…
Recebi o maior conforto de sempre…
Os telefonemas…
Os ouvintes ligaram para a rádio querendo saber meu numero…
Uma delas a Maria Helena…
Fomos falando e nos conhecendo…
Soube então que podia ser filha de Maria Helena…
Mas isso pouco ou nada me diz, porque amo as pessoas pelo que são e não pela idade…

A simplicidade dela e o carinho e mesmo a amizade dela fez com que ela se torna-se uma pessoa excepcional para mim…
Um dia enviou-me correio com poesias escritas por ela á mão…
Guardei-as como relíquias…
Ela se desculpou, dizendo “Não sei trabalhar com o computador, não tenho estudos…
Lhe disse, não se preocupe com isso, também gosto de receber correios, torna-se mais pessoal, mais acarinhado pela dedicação e tempo que demora a cá chegar…
Pouco tempo atrás,  recebo noticias de que Maria Helena ia deixar a emigração e regressar a sua terra natal… “Algarve Portugal”

Fiquei feliz por ela, porque sei que sempre foi o seu sonho…
Hoje ela cá está,  vive cá, mas também viaja muito até França…
O melhor da historia,  é o orgulho que tenho nesta mulher amiga…
Imaginem aos 60 anos decidiu tirar um curso de computador…
Verdade, hoje envia-me e-mails, fotos, poemas…
È um espectáculo adoro esta garra que ela tem…
E tenho o orgulho de a apresentar aos meus amigos internautas…
Ela vai falar um pouco de si…






FANTAZIAS

A poesia é como um êxtase

Que cura as mágoas da alma

E nos trás em cada frase

Um sobrenatural que nos calma

 

 

 BIOGRAFIA

Maria Helena Ramos

Nasci na freguesia de Estói concelho de Faro a 12 de Junho de 1949:
 frequentei a
escola primária, até à quarta classe sem ter a possibilidade de meios financeiros de conseguir ir mais alem.
Assim
disse adeus ao meu sonho de infância. Encontrando o grande amor da minha vida aos dezoito anos, para um ano depois ter dado o sim em frente ao altar, para ser mãe por a primeira vez na primavera dos meus vinte anos.
 E como tantos na epopeia do fim de os anos 60, emigrei para França na qual vivi e trabalhei durante quarenta anos sem nunca esquecer a minha terra natal.
 A
pós ter regressado, actualmente já reformada tendo colaborado na Rádio Alfa dos Portugueses de a região de Paris na emissão Raiz Lusitana e ainda actualmente na Alameda dos Poetas”, assim como numa rádio local a Rádio Restauração”.
 A
gradeço em primeiro lugar a meus saudosos pais, na qual eu herdei esta linha poética, a meu marido por esta liberdade de me exprimir assim!..
A meus filhos, por terem alcançado mais que outrora sonhei para mim e a todos meus amigos por aceitarem a minha maneira de ser.
Um
abraço enorme com imensa amizade·

     

Crónica De Sentimentos Diversos

 

Quando minha inspiração dá asa ao pensamento

Ò que a minha voz entoa e parte ao vento

Quando o meu eco como outrora ainda soa

E na minha interrogação procuro compreender pessoa

Sem deixar de admirar os sonetos líricos de Camões

Eu hoje voltei as minhas antigas tradições

Aqui onde posso ver o por de o sol ao horizonte

E aquele caminho, encerrado onde outrora fui á fonte

No tempo em que não conhecia textos de Garret nas folhas caídas

Nem sequer as antologias medievais poéticas de outras vidas

Hoje parei olhando ao meu passado e vejo

Que a vida deu-me talvez tempo de sobejo

Neste caminho que por ela eu atravesso

Agora no presente onde só o passado eu conheço

Outrora foi meu sonho tornado em realidade

Talvez que na minha alma haja a saudade

Aqui sobe as pedras que marcaram minha infância

Olho ao penedo de os meus tempos de criança

Hoje neste viver quase campesino e tão real

Assim eu quis é meu pais é Portugal

 

M. HELENA  RAMOS     

 

sinto-me:
música: Amigo

publicado por Alzira Macedo às 22:41
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De M.Luísa Adães a 8 de Março de 2010 às 10:49
Alzira

Linda e comovente essa carta, onde o coração se abre e com verdade vem a este mundo que parece de ilusão.

E tudo se torna verdade!

Bela a amizade e a Homenagem a essa Amizade.

Com carinho,

Mª. Luísa


De Alzira Macedo a 8 de Março de 2010 às 20:29
Olá amiga luisa...
Que bom te sentir novamente neste mundo...
Como te sentes amiga?
Não sei ainda do mal que sofres, não quis perguntar, sei que não é facil falar em publico o que nos vai na alma intimamente e pessoal...
Espero sinceramente que estejas a recuperar...
Desejo-te amiga um dia da mulher muito especial.. Um dia em que te renoves na força e na alma...
Dá asas á vida ao animo estarei sempre por perto te acompanhando, nos melhores e nos piores momentos...
A amizade é isto mesmo, nem sempre perto nem sempre longe...
mas sempre presente...
Sim amiga tenho algo de maravilhosos na vida...
Os amigos...
Quando falo em amigos não falo em conhecimentos, mas sim nos verdadeiros que nos acarinham amam como somos sem idade, sem passado sem futuro...
apenas nos amam como somos...
beijoca doce para ti amiga...


De Rosinda a 8 de Março de 2010 às 14:37
Olá Alzira! Mais uma vez louvo a Amizade.
é bom sentir que alguém nos admira e está ao nosso lado, quer em França quer em Portugal. Parabéns a essa sua amiga D. Helena! Nunca devemos desistir dos nossos sonhos e claro que aos 60 se tivermos vontade aprendemos na mesma!
Um beijinho


De Alzira Macedo a 8 de Março de 2010 às 20:40
Onix...
Sempre prezei a verdadeira amizade, seja ela internauta como pessoal...
O que mais me alegra é saber que algures neste mundo, que se tornou pequeno depois da invasão tecnologica, saber e sentir a verdadeira amizade...
Tenho a feliz sorte de a sentir de a viver...
Por isso ser esta a minha base na net...
Por isso a felicidade que transpareço, mesmo havendo momentos mais obscuros que todos nós vivemos...
No entanto sinto-me feliz...
Amiga desejo que passes um dia da mulher memmoravel...
Não quer dizer que seja hoje...
Porque nosso dia é todos os dias....
uma beijca doce desta tua sempre amiga mesmo distante...
Mas como intitulei meu primeiro livro... "Longe da vista, nunca do coração"
beijos muitos


De TiBéu ( Isa) a 8 de Março de 2010 às 18:17
Feliz dia da mulher Alzira.
Hoje enviei a encomenda, quando receberes diz-me por favor. Desculpa de ter atrazado, um beijinho muito especial


De Alzira Macedo a 8 de Março de 2010 às 20:43
Tibei querida amiga...
Para ti tambem um dia feliz, neste dia internacional da mulher...
Embora nosso dia é todos os dias...
Mas este dia é particular, marca um simbulo de luta de maus tratos de muitas operarias que morreram em condiçoes precarias numa fabrica...
Hoje celebra-se o dia com festas comezainas...
Mas esquecem-se do momento mais importante...
O sentimento, o pensamento das que foram e nos deixaram este dia marcado no calendario...
Beijos doces amiga...
Não te preocupes com o livro chegar hoje ou amanha...
O importante é o receber e te poder ler...
beijocas


De TiBéu ( Isa) a 9 de Março de 2010 às 11:41
Concordo contigo em pleno Alzira, tb não ligo muito aos dias comeerativos, esse é mesmo só para negocio, o nosso dia é mesmo todos os dias. Esta tua frase entrou no meu coração
" O sentimento, o pensamento das que foram e nos deixaram este dia marcado no calendario..."

Bj minha amiga


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 76 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Recuso-me aceitar

. Mais um amanhecer

. Que dia é hoje???

. Aprenda a falar Alentejan...

. Sonho ou Realidade...

. Um esboço

. Imaginação poderosa.

. Frazes ditas

. Passei somente para dizer

. Poisando nas palavras...

. Mais uma etapa da vida

. Perdida no tempo

. As fazes da lua,,,

. Se não sabe fica a saber....

. Amor é tudo isto e muito ...

. EM ALGUM LUGAR DO PASSADO...

. Aqui estou

. Longe de ti minha alma gr...

. Bom 2012

. Senti vossa falta

.tags

. todas as tags

.favoritos

. A perfeição...

. As Contradições do Amor

. Quem serei eu

. Alzira Macedo-dueto-Sonho...

. Teu Nome

. Homem do Mar

. Amanhecer

. Somente Tu

. Um pouco sobre mim ...

SAPO Blogs

.subscrever feeds