Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

Refugiar....

 

 

 

Refugio-me no pensamento…

 

Queria ser azul do mar,
para minhas lágrimas não notar
porque teimo eu em chorar…
Naufragada na tempestade do desespero
Um amanhecer, um despertar
sem ter onde me agarrar
Perdida dentro de mim, sem me encontrar
Nem destino onde possa remar
Já chorei sem querer
sem notar, sem saber
em ti…
desaguei, todo meu desespero
toda minha alma
entro e moro em ti
 em cada segundo, em cada momento
Envolvida pelo sentimento
deixei-me empurrar pelo vento
Naveguei
encontrei dentro de ti meu lugar
Não preciso mais nada
Meus olhos embriagados de paixão
Pelo meu mar
Não quero regressar
humm…
doce sensação
de não pertencer a ninguém
envolvida pelo sonho da liberdade,
 passeando de maré em maré
beijando a lua, com meus pensamentos
de pés nus pisando a areia
envolvida de mistério,
 desnudada corro com o vento
meu corpo é teu alento
mera ilusão…
acordo e a triste realidade se instala
Quem sou, onde pertenço
Aqui…
Nesta terra sem magia sem deslumbramento…

Vivo feliz, nos meus sonhos
refugiando-me no pensamento
 

 

 

Alzira Macedo

 

 

http://blogs.blogs.sapo.pt/157050.html#ponto2
sinto-me: vontade de naufragar
música: Ladrão enamorado

publicado por Alzira Macedo às 11:25
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De Sonhosolitario a 8 de Dezembro de 2009 às 03:57
Olá doce amiga Alzira
Então como é amiga queres ser eremita
Porque esse refúgio! Será só de pensamento
Ou algum sofrimento, gostava de saber
Porque assim penso para mim, não ajudei
Vejo tanta tristeza nesse doce coração
Se eu conseguisse com uma esponja
Tentar enxugar essas lágrimas perdidas
Já seria alguma ajuda, mas como estou longe
Tento com minha escrita, que não seja uma causa perdida
Porque adoro os meus amigos, neste caso minha amiga
Alzira Macedo.
Ao ler-te assim desta maneira fico triste como um dia cinzento
Sem luz, sem esperança, como é ingrata esta vida minha doce amiga
Não lutes contra o vento porque ele é muito forte, mas sim arranja maneira
De tirares proveito de sua força, assim já poderás navegar mais suavemente
Porque tens ainda as onda para combater e ai se torna mais difícil,
Sim tu pertences alguém, que te quer muito bem, com tua liberdade.
Esta terra está cheia de magia só tem de tentar encontra-la
Porque as vezes está e enfrente dos nossos olhos e não conseguimos visualiza-la

Porque com o nosso bom coração, não reparamos essas visões
Para ver essa magia dos outros corações…
Desejando-te muita felicidade e dizer tens aqui um amigo leal
Doce beijinho
Sonhosolitario

Ps. Por favor se é feliz……


De Alzira Macedo a 9 de Dezembro de 2009 às 11:39
Olá Sonhosolitario...

Obrigado por tudo quanto aqui descreveste...
Uma outra vertente do meu poema...
Sim farei tudo para ser feliz...
Quando nasci foi precisamente para sorrir, viver e ser feliz...
De forma alguma me posso esquecer disso, entao farei tudo o que estiver a meu alcanse para conseguir...
Um beijo para ti amigo o teu desejo assino-o tambem
e te devolvo a dobrar...


De M.Luísa Adães a 8 de Dezembro de 2009 às 11:38
Alzira

Não desesperes.
Aceita e aguarda.
Se não aceitas tudo continua como está e na
aceitação das coisas, por vezes, vem o remédio da cura.
Sei que é complexo. mas tenta não te refugiares em ti, mas nos que te amam de verdade.

Beijos e melhoras,

Maria Luísa


De Alzira Macedo a 9 de Dezembro de 2009 às 11:35
Olá LUisa...

Obrigada pela tua sempre palavra amiga...
Não vou desesperar, até porque a esperança é a ultima a morrer...
Irei continuar meu caminho de sonhos
aguardando sua realização...
beijos doces


De M.Luísa Adães a 9 de Dezembro de 2009 às 12:00
Alzira

Com muito gosto te escrevo sempre.

Acredito em ti! Sei que vais continuar, assim que
possível e eu espero, sempre, por ti!

Com carinho, te desejo o melhor e àqueles
a quem amas.

Maria Luísa


De 100timento a 9 de Dezembro de 2009 às 09:30
"Nesta terra sem magia sem deslumbramento…"
Achas? amiga eu não penso assim e sei do coração que tu tambem não
No fundo o teu poema pode parecer triste mas não é... eu por mim assim o penso e sinto pois de tudo o que li deste poema tu querias somente dizer isto:
Minhas letras, meus amores
Meu leito de flores, a canção
Neste espaço em sons corrido
Por tantas brumas despido
Habita a ternura das cores
A brisa amena em solfejos
Por isso
Não me acusem
Nem gritem.
Mandem-me doces
Pirilampos
De beijos
e...eu faço-te a vontade....mil beijos amiga linda


De Alzira Macedo a 9 de Dezembro de 2009 às 11:33
Seu Bruxinho 100timento

Quando acabei de ler teu comentário sorri…
Ainda ontem comentei com uma pessoa amiga este meu poema
e disse … “ele não é triste…”
È apenas uma forma de expressar a minha vontade
de liberdade de amar, de sonhar, de pairar
mesmo beijar a lua despedida de preconceitos correndo ao vento
Vontade de que este mundo e as pessoas se dispam de todas as correntes que os amarram e que vivam intensamente.
Viver na plenitude de cada sentimento é fenomenal…
Eu sou mesmo uma apaixonada pela vida pelo amor pelos sonhos…
Sou assim e já não mudarei mais…
Mas sabe tão bem amigo viver rodeada do bem…
Foste a única pessoa que me entendeu perfeitamente nos meus escritos
já disse e volto a repetir.. Se existe alma gémea tu és a minha mesmo.
beijocas


De Sonhosolitario a 10 de Dezembro de 2009 às 03:37
olá amiga Alzira
passei paate dizer que tens um miminho pano meu cantinho
doce beijinho.
sonhosolitario


De Fisga a 10 de Dezembro de 2009 às 14:39
olá amiga Alzira. Parabéns pelo poema, é maravilhoso. ( VIVO FELIZ, NOS MEUS SONHOS. ) QUE COISA MARAVILHOSA MINHA AMIGA. Só o facto de se sonhar, já é uma bênção. E quem é feliz nos sonhos, é feliz na vida, a vida em si é um sonho, e saber agarra-lo, é uma arte. Um beijinho, grande, deste amigo. Eduardo.


De Sonhosolitario a 13 de Dezembro de 2009 às 15:33
olá amiga Alzira Macedo
passei só para lhe desejar um fim de semana
muito feliz ,cheia de paz e amor em seu coração .
doce beijinho
sonhosolitario


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 76 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Recuso-me aceitar

. Mais um amanhecer

. Que dia é hoje???

. Aprenda a falar Alentejan...

. Sonho ou Realidade...

. Um esboço

. Imaginação poderosa.

. Frazes ditas

. Passei somente para dizer

. Poisando nas palavras...

. Mais uma etapa da vida

. Perdida no tempo

. As fazes da lua,,,

. Se não sabe fica a saber....

. Amor é tudo isto e muito ...

. EM ALGUM LUGAR DO PASSADO...

. Aqui estou

. Longe de ti minha alma gr...

. Bom 2012

. Senti vossa falta

.Momento de reflexão

Image Hosting

< < <

Myspace Photo Cube

.tags

. todas as tags

.favoritos

. A perfeição...

. As Contradições do Amor

. Quem serei eu

. Alzira Macedo-dueto-Sonho...

. Teu Nome

. Homem do Mar

. Amanhecer

. Somente Tu

. Um pouco sobre mim ...

SAPO Blogs

.subscrever feeds