Quarta-feira, 24 de Junho de 2009

Festas populares...

 

 

 

Hoje estou livre do serviço quer dizer que na noite de São joão fico por casa, ou irei até ao arraial...

Festejar, festejar...

Me irão perguntar o que se festeja neste dia?

Então cá irei dar um cheirinho bem português com  ajuda da net, a quem não conheçe as nossas tradições....

 

 

 

 

Ao que sei a ASAE quer fiscalizar...
...sardinhadas, bifanadas, e tudo o que faz parte dos petiscos...
...tradicionais dos Santos Populares!
Acho melhor fazerem a fiscalização com cuidado...
...pois o mais certo é saírem amassados de um destes...
...bairros típicos da nossa nação...
...por uma qualquer senhora irritada!..
Com tanta fiscalização, imposição e outras coisas acabadas em ão...

                       ...não sei onde acaba a lei e começa a tradição!

 

 

 

 

Santo António já se acabou, o são Pedro está-se a acabar são João, são João dá cá um balão para eu brincar.

 

 

 

 

 

 

 

 

SONHO DE PAPEL

 

O balão vai subindo, vem caindo a garoa.

 

O céu é tão lindo e a noite é tão boa.

 

São João, São João!

 

Acende a fogueira no meu coração.

 

Sonho de papel a girar na escuridão

 

soltei em seu louvor no sonho multicor.

 

Oh! Meu São João.

 

Meu balão azul foi subindo devagar

 

O vento que soprou meu sonho carregou.

 

Nem vai mais voltar.

 

 

Carlos Braga e Alberto Ribeiro

 

 

 

 

PULA A FOGUEIRA

 

Pula a fogueira Iaiá,

 

pula a fogueira Ioiô.

 

Cuidado para não se queimar.

 

Olha que a fogueira já queimou o meu amor.

 

Nesta noite de festança

 

todos caem na dança

 

alegrando o coração.

 

Foguetes, cantos e troca na cidade e na roça

 

em louvor a São João.

 

Nesta noite de folguedo

 

todos brincam sem medo

 

a soltar seu pistolão.

 

Morena flor do sertão, quero saber se tu és

 

dona do meu coração.

 

 

autor: João B. Filho

 

****************

 

PEDRO, ANTÔNIO E JOÃO

 

 

 

Com a filha de João

 

Antônio ia se casar,

 

mas Pedro fugiu com a noiva

 

na hora de ir pro altar.

 

A fogueira está queimando,

 

o balão está subindo,

 

Antônio estava chorando

 

e Pedro estava fugindo.

 

E no fim dessa história,

 

ao apagar-se a fogueira,

 

João consolava Antônio,

 

que caiu na bebedeira.

 

 

 

 

 

 

 


publicado por Alzira Macedo às 11:12
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 76 seguidores

.pesquisar

 

.Agosto 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Recuso-me aceitar

. Mais um amanhecer

. Que dia é hoje???

. Aprenda a falar Alentejan...

. Sonho ou Realidade...

. Um esboço

. Imaginação poderosa.

. Frazes ditas

. Passei somente para dizer

. Poisando nas palavras...

. Mais uma etapa da vida

. Perdida no tempo

. As fazes da lua,,,

. Se não sabe fica a saber....

. Amor é tudo isto e muito ...

. EM ALGUM LUGAR DO PASSADO...

. Aqui estou

. Longe de ti minha alma gr...

. Bom 2012

. Senti vossa falta

.tags

. todas as tags

.favoritos

. A perfeição...

. As Contradições do Amor

. Quem serei eu

. Alzira Macedo-dueto-Sonho...

. Teu Nome

. Homem do Mar

. Amanhecer

. Somente Tu

. Um pouco sobre mim ...

SAPO Blogs

.subscrever feeds